SARAU LITERÁRIO

Aconteceu no dia 17/09 um sarau literário organizado pela professora Regina Xavier e protagonizado por alunos do terceiro ano do Ensino Médio.
Os alunos encenaram pequenas peças, declamaram poemas e cantaram para uma plateia enlevada por tanta beleza. Autores como Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Shakespeare e até Pablo Neruda criaram vida na voz dos alunos, que falaram de paz, amor, união e solidariedade. Foi um momnto inesquecível para todos os presentes.

Aulas de reforço para alunos o 3º ano

Iniciaram no dia 17/09 as aulas de reforço para os alunos do terceiro ano do EM, com o objetivo de preparar nossos alunos para o ENEM e vestibulares. Os alunos terão até novembro aulas de Português, Matemática, Inglês, Literatura, Química, Física e Biologia. Numa iniciativa da Associação de Pais e Mestres do CTPM.

Equipe diretiva participa de capacitação

A equipe diretiva do CTPM Manhuaçu, juntamente com as equipes dos outros CTPM, participou da capacitação anual promovida pela DEEAS, nos dias 10 a 14 de agosto. Foram momentos de muito aprendizado e crescimento, com palestras e workshops visando a melhorar a qualidade de ensino e atualizar conhecimentos. A diretora do CTPM Manhuaçu, Valéria de Aquino Xavier, ministrou palestra sobre o tema: Bullying na escola: a ameaça silenciosa.

Saiba tudo obre o ENEM 2010

1 – Qual é o período de inscrições para o Enem 2010?
As inscrições para o Enem 2010 vão das 10h do dia 21 de junho até às 23h59 de 9 de julho, observado o horário oficial de Brasília-DF. A inscrição será efetuada exclusivamente via internet, em http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao. As provas serão aplicadas nos dias 6 e 7 de novembro de 2010.

2 – Como se inscrever?
Para se inscrever o interessado deverá preencher o formulário disponível no endereço eletrônico em http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao, adotando os seguintes procedimentos:

– informar os dados pessoais;
– solicitar, quando necessário, atendimento especial ou diferenciado especificados em campo próprio do formulário;
– definir o idioma da sua prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol);
– selecionar o estado e o município onde deseja realizar as provas;
– indicar a pretensão de utilizar os resultados do Enem para fins de certificação de nível médio;
– no caso de uso do Enem para certificação, o inscrito deverá ainda indicar a Secretaria de Estado de Educação ou Instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica para o qual deseja enviar seus dados e notas para pleitear certificação;
– preencher o questionário socioeconômico, obrigatório para a conclusão da inscrição;
– verificar se o envio dos dados da inscrição foi concluído com sucesso, conferindo as informações prestadas e o número de inscrição fornecido pelo sistema de inscrição;
– preencher declaração de carência, para pleitear isenção de taxa de inscrição, ou imprimir Guia de Recolhimento da União – GRU Simples e efetuar o pagamento no valor de R$35,00 em qualquer agência do Banco do Brasil, até a data de vencimento nela apresentada. O pagamento após a data de vencimento implica o cancelamento da inscrição. O Banco do Brasil confirmará o pagamento junto ao Inep. Atenção: a inscrição só será válida após a confirmação do pagamento.

3 – Quem pode participar do Enem?
A participação no Enem é voluntária, destinada aos concluintes, egressos do ensino médio em anos anteriores e àqueles que não tenham concluído o ensino médio e pretendam se certificar.

4 – É recomendável aos alunos que não vão concluir o ensino médio neste ano fazer o Enem 2010 para “treino” nos processos seletivos?
Não. O Ministério da Educação aconselha que os alunos interessados nos futuros processos seletivos prestem o exame no período mais adequado, que é o ano de conclusão do ensino médio. Alunos de outras séries sempre terão oportunidade de se preparar para a prova analisando as edições anteriores do exame, que ficarão disponíveis na página do Inep/MEC imediatamente após sua aplicação.

5 – Quem não foi bem no Enem 2009 terá a chance de fazer outro exame agora?
Sim, o candidato pode fazer o Enem quantas vezes quiser, mesmo que tenha concluído o ensino médio há alguns anos.

6 – Quem poderá pedir atendimento diferenciado no Enem 2010?
Está previsto o atendimento diferenciado para pessoas com deficiência e casos como pessoas que guardam o sábado, mulheres amamentando etc. Inscritos nessas condições deverão adotar os seguintes procedimentos:

– informar, no ato da inscrição, a deficiência reconhecida em laudo médico ou o elemento que motiva o atendimento diferenciado;
– indicar, em campo específico do formulário eletrônico de inscrição, de acordo com as opções apresentadas, o atendimento diferenciado solicitado e o auxílio necessário;
– dispor dos documentos comprobatórios da situação da deficiência ou da situação declarada para atendimento diferenciado;
– estar ciente de que as informações prestadas devem ser exatas e fidedignas, caso contrário poderá responder por crime contra a fé pública, o que acarretará sua eliminação do Enem 2010.

A entidade contratada pelo Inep para realizar o exame entrará em contato com o participante para verificar a viabilidade de atendimento da solicitação até o dia 9 de agosto de 2010.

Após essa data o inscrito deverá verificar na página de acompanhamento da inscrição, em http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao, se sua solicitação será atendida. O Inep se reserva o direito de exigir do participante, a qualquer tempo, documento(s) comprobatório(s) da deficiência ou da necessidade de atendimento diferenciado informados no ato da inscrição. Não será aceita solicitação de atendimento à pessoa com deficiência ou de atendimento diferenciado via postal, via fax ou via correio eletrônico.

7 – Como fazer o acompanhamento da inscrição?
No momento da inscrição o participante receberá um número de inscrição e deverá cadastrar a senha de acesso ao sistema. O número de inscrição e a senha deverão ser mantidos sob guarda do inscrito e são indispensáveis para o acompanhamento do processo de inscrição, para a obtenção dos resultados individuais via Internet e para a inscrição em programas de acesso ao ensino superior, de bolsa de estudos, de financiamento estudantil, entre outros programas governamentais.

8 – Quais documentos são obrigatórios para realizar a inscrição?
Para efetuar a inscrição no Enem 2010, são imprescindíveis o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o número do documento de identidade. No ato da inscrição, ao digitar o número do documento, o sistema buscará informações do titular na base de dados da Receita Federal. A medida impede que a inscrição seja efetuada com o CPF de outra pessoa.

Considera-se como documento de identidade a cédula de identidade expedida por Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, Polícia Militar, Polícia Federal, a identidade expedida pelo Ministério das Relações Exteriores para estrangeiros, a identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por Lei valham como documento de identidade, a Carteira de Trabalho e Previdência Social, o Passaporte e a Carteira Nacional de Habilitação com fotografia, na forma da Lei nº 9.503, de 1997.

Não serão aceitos como documentos de identificação protocolos, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação em modelo anterior à Lei nº 9.503/97, Carteira de Estudante, crachás e identidade funcional de natureza pública ou privada que não possua fé pública, validade em todo o território nacional e fotografia.

9 – Qual o valor da taxa de inscrição?
Para quem não é isento, o valor da taxa é R$35,00 (trinta e cinco reais). O inscrito deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União – GRU Simples e efetuar o pagamento da taxa de Inscrição do Enem 2010 em qualquer agência do Banco do Brasil, até a data de vencimento nela apresentada. O pagamento após a data de vencimento implica o cancelamento da inscrição. O Banco do Brasil confirmará o pagamento junto ao Inep.

Atenção: a inscrição só será válida após a confirmação do pagamento feito por meio da Guia de Recolhimento da União – GRU Simples. O valor referente à taxa de inscrição não será devolvido, mesmo com mudança de data de realização do exame ou em razão de pagamento efetuado em duplicidade, exceto no caso de cancelamento da prova.

10 – Quem é isento da taxa de inscrição?
São isentos de pagamento os alunos concluintes do ensino médio na rede pública, em qualquer modalidade de ensino, e aqueles que declararem carência, isto é, declararem ser membros de família de baixa renda ou estarem em situação de vulnerabilidade socioeconômica, nos termos do Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007.

11 – Como solicitar isenção de taxa, por meio de declaração de carência?
Para declarar carência, o participante deverá:
– no ato da inscrição, declarar carência e concordar com os termos da declaração apresentada;
– dispor dos documentos comprobatórios da situação de carência declarada;
– estar ciente de que as informações prestadas na declaração de carência devem ser exatas e fidedignas, caso contrário, poderá responder por crime contra a fé pública, o que acarretará sua eliminação do exame.

O Inep se reserva o direito de exigir, a qualquer tempo, documentos comprobatórios da situação de carência declarada. Não será aceita solicitação de isenção do pagamento da taxa de inscrição via postal, via fax ou via correio eletrônico.

12 – Como obter a confirmação de inscrição?
Após a confirmação do pagamento da inscrição, o Comprovante de Confirmação da Inscrição do participante estará disponível no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao.

O Cartão de Confirmação da Inscrição, contendo o número de inscrição, data, hora e local onde será realizado o Exame e a indicação de atendimento diferenciado, quando for o caso, será enviado, por via postal, pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, para o endereço informado pelo interessado no ato da inscrição e estará disponível na página de acompanhamento da inscrição do Enem 2010.

13 – O inscrito irá receber em casa o questionário socioeconômico do Enem 2010?
Não. Neste ano o questionário socioeconômico estará disponível exclusivamente no sistema de inscrição online, e o preenchimento é obrigatório para a conclusão da inscrição. As informações dos inscritos são indispensáveis, pois permitirão ao Inep traçar um perfil mais preciso dos concluintes do ensino médio, dos egressos e dos demais participantes do Enem 2010.

14 – Como será feita a inscrição de detentos e internos no Enem 2010?
O Inep fará uma edição específica do exame para os adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medida socioeducativa, que inclua privação de liberdade, com prazos de inscrição e datas de aplicação diferentes, regulamentado por edital próprio a ser publicado futuramente pelo Inep.

Aplicação da prova

15 – Quando serão aplicadas as provas do Enem 2010?
O Enem 2010 será realizado nos dias 6 e 7 de novembro de 2010, em todas as unidades da Federação. As provas terão início às 13h, de acordo com o horário oficial de Brasília – DF.

Será observado o seguinte calendário de provas:
– no dia 6/11/2010 (sábado), das 13h às 17h30 – Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
– no dia 7/11/2010 (domingo), das 13h às 18h30 – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, além de Redação, e Matemática e suas Tecnologias

16 – Onde as provas serão aplicadas?
As provas serão aplicadas nas 27 unidades da Federação, nos municípios indicados nos Anexo I do Edital do Enem 2010 e nos locais informados nos Cartões de Confirmação das Inscrições.

17 – Qual o horário para início das provas?
Nos dias de realização do exame, os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 12h55, de acordo com o horário de Brasília-DF, não sendo permitida a entrada do inscrito que se apresentar após o horário estipulado.

O inscrito deverá comparecer ao local de realização da prova com antecedência de uma hora do horário fixado para seu início.

18 – O que levar nos dias de prova?
O inscrito deve se dirigir ao local de prova indicado no Cartão de Confirmação da Inscrição portando:
– documento de identificação original;
– Cartão de Confirmação da Inscrição enviado via postal pela Empresa Brasileira de Correios e disponibilizado na página de acompanhamento do inscrito;
– caneta esferográfica de tinta preta.

Atenção: A não apresentação de documento de identificação original impossibilita o inscrito de adentrar o ambiente de provas e resulta na sua eliminação do Enem 2010.

Atenção: Os inscritos cujo documento de identificação original apresentado não permita a completa identificação dos seus caracteres essenciais ou de sua assinatura, em razão do estado de conservação ou da distância temporal da expedição do documento, não poderão adentrar o ambiente de provas e serão eliminados do Enem 2010.

19 – O que fazer em caso de perda do documento de identificação original no dia da prova?
O inscrito impossibilitado de apresentar o documento de identificação original no dia da realização das provas, por motivo de extravio, perda, furto ou roubo, poderá realizar a prova, desde que:
– apresente Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial, emitido há no máximo 90 (noventa) dias;
– submeta-se à identificação especial, que compreende a coleta de dados e assinatura em formulário próprio.

20 – Quais as restrições para os dias de prova, por motivo de segurança?
Durante a realização da prova não será admitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os inscritos, nem a utilização de lápis, borracha, apontador, lapiseira, grafite, livros, manuais, impressos, anotações, máquinas calculadoras e agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, pagers, bip, walkman, gravador, mp3 ou similar, relógio, ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.

Também não serão fornecidas informações referentes ao conteúdo das provas, por qualquer membro da equipe de aplicação do exame.

21 – Qual o tempo mínimo de permanência na sala de prova?
O tempo mínimo de permanência na sala de provas é de duas horas, a partir do início do exame. Ao final das provas, os três últimos candidatos na sala só serão liberados quando todos tiverem concluído o exame ou o tempo de prova tiver sido encerrado.

22 – Quando será permitido deixar a sala de prova levando o Caderno de Questões?
Os candidatos só poderão levar o Caderno de Questões se deixarem a sala depois de decorridas quatro horas desde o início da aplicação, nas provas do sábado, 06/11/2010, e decorridas cinco horas do início das provas do domingo, 07/11/2010.

23 – Como proceder na marcação dos cartões-Resposta e Folha de Redação?
As respostas das provas objetivas e a redação do candidato devem ser transcritas nos respectivos Cartões-Resposta e Folha de Redação, que deverão ser entregues ao fiscal da sua sala de aplicação. O candidato deverá, impreterivelmente, marcar a cor da capa do Caderno de Questões no seu Cartão-Resposta para proceder a correção das provas. Caso contrário sua prova será anulada, não será corrigida e não haverá atribuição de nota.

Durante a realização das provas, é de responsabilidade única do candidato a leitura e conferência de todos os dados registrados no Caderno de Questões, no Cartão-Resposta, na Folha de Redação, na Lista de Presença e demais documentos do exame.

24 – Quais as situações que podem excluir o inscrito do exame?
Será excluído do exame, por ato da entidade contratada pelo Inep para a realização do Enem 2010, o inscrito que:
– prestar, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata, sob as penas da Lei;
– agir com incorreção ou descortesia para com qualquer participante do processo de aplicação das provas;
– ausentar-se da sala de prova sem o acompanhamento de um fiscal, ou antes de decorridas duas horas do início da prova;
– for surpreendido, durante as provas, em comunicação com outro participante, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma, bem como utilizando livros, notas ou impressos, portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação ou, ainda, for responsável por falsa identificação pessoal;
– utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa do exame;
– não devolver o Cartão-Resposta e o Caderno de Questões.
– não atender às orientações regulamentares da entidade contratada para aplicação do Enem 2010.

Como será a prova?

25 – Como é o exame?
O Enem 2010 será estruturado na mesma Matriz de Referência do Enem 2009.

O exame será composto por quatro provas objetivas, contendo cada uma 45 (quarenta e cinco) questões de múltipla escolha, e por uma proposta para redação.
As quatro provas objetivas avaliarão as seguintes áreas de conhecimento do ensino médio e respectivos componentes curriculares:
– Prova I – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes e Educação Física;
– Prova II – Matemática e suas Tecnologias: Matemática;
– Prova III – Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia;
– Prova IV – Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia.

26 – O Enem 2010 terá questões de língua estrangeira?
Sim, inglês ou espanhol, idioma a ser escolhido pelo candidato no momento da inscrição, como já era previsto na matriz de habilidades e conteúdos associados do Enem 2009.

27 – O Enem apresenta questões regionais na prova?
Não. Nenhum exame do Inep/MEC contempla questões regionais. Todas as avaliações têm caráter nacional e devem garantir iguais condições de participação entre estudantes de qualquer região do País.

Correção das provas

28 – Como será feita a leitura dos Cartões-Resposta?
A leitura do Cartão-Resposta dos candidatos é realizada por leitura óptica, para identificar a marcação de respostas das questões objetivas de cada uma das quatro provas

É imprescindível a marcação da cor da capa do Caderno de Questões no Cartão-Resposta para que seja realizada a correção das provas objetivas e divulgação de resultados. A não marcação da cor impossibilita a correção e implica na anulação das provas objetivas.

Não serão computadas questões não assinaladas, marcações não preenchidas completamente ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível. Os rascunhos e as marcações assinaladas nos Cadernos de Questões não serão considerados para fins de pontuação.

29 – Como é o cálculo das proficiências nas provas objetivas?
O cálculo das proficiências nas provas objetivas utiliza a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI).

30 – Como é a correção da redação?
A redação é corrigida por dois corretores de forma independente, sem que um conheça a nota atribuída pelo outro. A nota final corresponde à média das notas atribuídas pelos dois corretores. Caso haja discrepância de cinco pontos ou mais entre as duas notas, a redação passará por uma terceira correção, realizada por um supervisor, sem que este conheça as notas dos demais. A nota atribuída pelo supervisor substitui a nota dos demais corretores.

A redação que não atender à proposta solicitada, no que diz respeito ao tema e tipologia textual, será desconsiderada. A Folha de Redação sem texto escrito e redação com até sete linhas, qualquer que seja o conteúdo, será considerada em branco. A Folha de Redação com texto fora do espaço delimitado, impropérios, desenhos, outras formas propositais de anulação e/ou rasuras será considerada anulada.

Divulgação dos resultados

31 – Quando serão publicados os gabaritos?
Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep até o segundo dia útil seguinte ao de realização das últimas provas.

32 – Como acessar os resultados de desempenho individuais?
Os candidatos poderão acessar os resultados individuais na página de acompanhamento do Enem 2010. Os resultados individuais não serão divulgados por meio de publicação ou instrumentos similares. O Inep manterá disponíveis os registros de todos os resultados individuais dos participantes do Enem 2010.para consulta por cinco anos.

33 – Cada uma das provas do Enem tem peso diferenciado?
O Enem trará cinco notas diferentes, uma para cada área do conhecimento avaliada e uma para a redação. Não haverá diferenciação dos pesos. O que pode ocorrer é que, nos processos seletivos, as instituições utilizem pesos diferenciados entre as áreas para classificar os candidatos, de acordo com os cursos pleiteados.

34 – Haverá divulgação dos resultados do Enem 2010 por escola e na forma de microdados para pesquisa?
Sim. A divulgação dos resultados por escola se fará somente para aquelas que declararam o Censo Escolar e cujos alunos participaram do exame. As escolas de ensino médio que tenham no mínimo dez alunos concluintes e participantes do exame poderão consultar na Internet as médias de desempenho obtidas pelo total de alunos.

Resguardado o sigilo dos resultados individuais e para subsidiar estudos e pesquisas educacionais, o Inep também divulgará os microdados do Enem 2010.

35 – Como os resultados do Enem 2010 poderão ser utilizadas para o Mundo do Trabalho?
Os resultados individuais poderão ser disponibilizados pelo Inep a organizações do mundo do trabalho interessadas em utilizá-los para recrutamento, seleção ou classificação, desde que haja autorização expressa do candidato que contenha a informação do número de inscrição e do CPF.

Como usar os resultados do Enem

36 – Para que servem os resultados do Enem?
Os resultados do Enem possibilitam:
– a constituição de parâmetros para auto-avaliação do participante, com vistas à continuidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho;
– a certificação pelas Secretarias Estaduais de Educação e por Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica no nível de conclusão do ensino médio, de acordo com a legislação vigente;
– a criação de referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do ensino médio;
– o estabelecimento de critérios de participação e acesso do examinando a programas governamentais;
– a sua utilização como mecanismo único, alternativo ou complementar aos exames de acesso à educação superior ou processos de seleção nos diferentes setores do mundo do trabalho;
– o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre a educação brasileira.

37 – Como proceder para obter a certificação no ensino médio pelo Enem?
Os resultados do Enem 2010 podem ser utilizados para fins de certificação em nível de conclusão de ensino médio, a critério das Secretarias de Educação e aos Institutos/Centros Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Compete às Secretarias de Educação e aos Institutos/Centros Federais de Educação, Ciência e Tecnologia definir os procedimentos para certificação no nível de conclusão com base nos resultados do Enem 2010.

Para obter essa certificação os candidatos devem:
– ter 18 (dezoito) anos completos até a data de realização da primeira prova do Enem 2010;
– ter atingido o mínimo de 400 pontos em cada uma das quatro provas áreas do Enem;
– ter atingido o mínimo de 500 pontos na redação.

O candidato, que pretenda obter a certificação em nível de conclusão do ensino médio deverá, ainda, no ato da inscrição indicar a Secretaria Estadual de Educação ou o Instituto/Centro Federal de Educação, Ciência e Tecnologia em que irá pleitear a certificação.

A escolha da referida Secretaria ou Instituto/Centro não está condicionada ao estado de residência do candidato, podendo esse escolher uma das opções apresentadas no ato da inscrição. A lista de Secretarias Estaduais de Educação ou de Institutos/ Centros Federais de Educação, Ciência e Tecnologia apresentadas no sistema de inscrição é respaldada por Acordo de Cooperação Técnica, firmado junto ao Inep e que estabelece as responsabilidades dos envolvidos no processo de certificação.

A marcação da opção de certificação no formulário de inscrição efetuada pelo candidato implica em concessão de autorização para o Inep enviar os dados e as notas obtidas no Enem 2010 para as Secretarias Estaduais de Educação e Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Para fins de certificação, o Inep fornecerá sistema específico de acesso aos resultados.

38 – Como os resultados do Enem serão usados para seleção de ingresso em Instituições de Ensino Superior?
Os resultados do Enem 2010 podem ser utilizados para seleção total ou parcial de vagas em Instituições de Ensino Superior (IES), públicas, estaduais, federais ou privadas.

O Inep encaminhará os dados e resultados dos candidatos do Enem 2010 à Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC) para utilização pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) de acordo com os critérios, diretrizes e procedimentos definidos em edital próprio da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC) e das Instituições de Ensino Superior que aderirem ao SiSU.

As Instituições de Ensino Superior que não aderirem ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e pretenderem utilizar os resultados individuais dos candidatos inscritos em seus respectivos processos seletivos deverão oferecer vagas de acordo com os critérios, diretrizes e procedimentos definidos em edital próprio e encaminhar ao Inep, formalmente, a sua solicitação para uso das notas do Enem 2010 até o dia 15 de dezembro de 2010. O Inep fornecerá às instituições demandantes sistema específico de acesso aos resultados individuais do Enem 2010.

A inscrição do candidato no SiSU ou em processo seletivo de Instituição de Ensino Superior pública ou privada que tenha solicitado ao Inep, formalmente, os resultados do Enem, caracterizará o formal consentimento do candidato para a utilização das informações e notas do Enem 2010.

39 – O Enem continua sendo utilizado para a seleção no ProUni?
Sim, a nota obtida no exame continua sendo utilizada para fornecer bolsas de estudos parciais ou integrais, em instituiçoes privadas de ensino, a candidatos que atendam as exigências socioeconômicas.

Fonte: www.enem.inep.gov.br

Reunião da APM com pais e alunos do 3º ano do ensino médio

Realizou-se no dia 01 de julho de 2010, com início às 19:30 horas, reunião da Associação de Pais e Mestres (APM) do CTPM – Unidade Manhuaçu com os pais e alunos do 3º ano Ensino Médio, com vistas a viabilizar consecução do projeto votado em primeiro lugar pelos alunos e pais do Colégio, consistindo em estruturação de um cursinho pré-vestibular, especificamente para os alunos da última série do Ensino Médio.

Na oportunidade, o projeto foi exposto pelos membros da Associação, Diretora e Vice-Diretora Pedagógica com vistas a confirmar a adesão dos alunos, mediante critérios estabelecidos pelos membros da APM para que o cursinho fosse de possível implementação.

A realização desse objetivo permitirá garantir melhores condições de concorrência dos alunos em concursos e vestibulares ao final do ano letivo, um investimento da APM no maior patrimônio do Colégio: nossos alunos.

Aluna do CTPM Manhuaçu conquista prêmio literário

Ler é uma das competências mais importantes a serem trabalhadas com o aluno, principalmente após recentes pesquisas que apontam ser esta uma das principais deficiências do estudante brasileiro. Não basta identificar as palavras, mas fazê-las ter sentido, compreender, interpretar, relacionar e reter o que for mais relevante. O grande segredo é trabalhar o imaginário e a fantasia. A leitura não é uma tortura. A área do maravilhoso, da fábula, dos mitos e das lendas tem linguagem metafórica que se comunica facilmente com o pensamento mágico, natural das crianças. Segundo a Psicanálise, os significados simbólicos dos contos maravilhosos estão ligados aos eternos dilemas que o homem enfrenta ao longo de seu amadurecimento emocional. O Brasil é um país que lê pouco, mas que tem grande potencial para se tornar uma nação de leitores. Segundo o INAF, Indicador Nacional de Analfabetismo Funcional, 67% dos brasileiros se dizem interessados pela leitura. Conforme o Ministério da Cultura, o Brasil tem a maior indústria editorial da América Latina com excelente nível de produção editorial, parque gráfico atualizado e grande produção de papel. Se é assim, por que não lê? A leitura é um dos meios que o indivíduo tem de se comunicar com o mundo, de ter contato com novas ideias, pontos de vista e experiências que talvez sua vida prática jamais lhe proporcionasse. Não ler traz prejuízos que vão desde o desenvolvimento pessoal e profissional até a ampliação das desigualdades sociais. Assim, O Colégio Tiradentes da PMMG – unidade Manhuaçu, vem trabalhando com seus alunos o gosto, a diversidade e a reflexão que a leitura proporciona para as pessoas no dia-a-dia, através de projetos de incentivo à leitura.

“ A escola precisa ser um espaço mais amplamente aberto a todos os aspectos culturais do povo, e ir além do ensinar a ler e a fazer as quatro operações. Precisa investir em bons livros, considerando que a cultura de um povo se fortalece muito pelo prazer da leitura; e a escola representa a única oportunidade de ler que muitas crianças têm. É necessário propiciar nas salas de aula e na biblioteca a dinamização da cultura viva, diversificada e criativa, que representa o conjunto de formas de pensar, agir e sentir do povo brasileiro.” (BRAGA,1985,P.7)

Não se formam bons leitores se eles não têm um contato íntimo com os textos. Há inúmeras maneiras de fazer isso. O importante é que o material escrito apresentado aos alunos seja interessante e desperte a curiosidade das crianças e adolescentes.

Saber ler no mundo competitivo atual é imprescindível para que a pessoa busque sempre aprimorar seus conhecimentos. Dessa forma, ao verificar a falta do gosto pela leitura e a falta de competência pela mesma, resolvemos implantar projetos para sanar essas lacunas. Objetivamos, paulatinamente, ir formando o leitor crítico competente.

Pela leitura se ganha experiências, se observa como um escritor tratou habilmente uma situação difícil, como usou as palavras e as expressões, como descreveu, como gerou expectativa, como arrancou emoções. A escrita está intrinsecamente ligada à experiência leitora. Dessa forma, incentivamos também a escrita.

Assim que recebemos o folder do V Concurso de Prosa Literocientífica “ João Guimarães Rosa”, começamos a incentivar os alunos a participarem. Disponibilizamos na biblioteca o conto Conversa de bois, da obra Sagarana, de Guimarães Rosa, e as professoras trabalharam na sala de aula o assunto, o conto e a forma de escrever desse grande autor mineiro. Alguns alunos desistiram, outros desanimaram, mas a aluna Sara continuou, sempre solicitando orientações à professora Márcia e também à diretora Valéria. A aluna Sara é uma aluna da segunda série do Ensino Médio, sempre interessada e participativa, sempre elogiada, sempre agraciada com medalhas entre os três primeiros lugares de sua turma. Ao ser contemplada com o terceiro lugar num concurso tão importante, sentimo-nos felizes. Em conformidade com o Regulamento do concurso, a aluna foi agraciada com R$800,00 e a Medalha de Bronze – Fantásticas Veredas, em solenidade realizada no dia 30 de junho, Na Fundação Guimarães Rosa, em Belo Horizonte. O texto foi publicado pela Fundação Guimarães Rosa na Coletânea do V Concurso de Prosa Literocientífica “ João Guimarães Rosa”, com tiragem de 1500 exemplares, disponível na biblioteca do CTPM. Orgulhamo-nos de sua merecida conquista, que certamente precederá muitas outras vitórias.